Muitas pessoas me perguntam o que é necessário para entrar em vários países da América,  e consideram até que é necessário visto e tudo mais, mas a boa notícia é que é algo bem simples para a maioria dos países. Por isso com intuito de ajudá-los, apresentamos a seguir os requisitos para entrar como turista em todos os países da América do Sul. Em breve faremos matérias sobre os países da América Central e depois da América do Norte.

passaporte_mercosul

Desde junho de 2008,  turistas dos países que compõem o Mercado Comum do Sul, o Mercosul, podem apresentar apenas a cédula de identidade, vulgo RG nas viagens realizadas nos locais que formam o bloco. Lembrando que este documento deve estar em bom estado de conservação e garantindo que o agente imigratório identifique que é você na foto do mesmo. Recomenda-se, informalmente, que o RG não tenha mais de dez anos de emissão, se for superior a esse prazo, podem ocorrer problemas. A carteira de motorista não tem a mesma validade que a carteira de identidade. Na hora de viajar pelo Mercosul, só vale o RG original.

Outra vantagem do de entrar em um país como turista com identidade é que você pode apresentar o passaporte no aeroporto e, ao chegar ao país, você pode guardá-lo e passear apenas com o documento de identidade caso precise durante sua estada.

Os Membros do Mercosul são:

Efetivos: Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela (suspensa atualmente).
Associados: Bolívia (1996), Chile (1996), Peru (2003), Colômbia (2004) e Equador (2004).

Vamos aos documentos aceitos:

Argentina:
-Documento Nacional de Identidade
-Passaporte

Paraguai:
-Cédula de Identidade
-Passaporte

Uruguai:
-Cédula de Identidade
-Passaporte

Bolívia:
-Cédula de Identidade
-Passaporte

Chile:
-Cédula de Identidade
-Passaporte

Colômbia:
-Cédula de Cidadania
-Carteira de Identidade
-Cédula de Estrangeiro
-Passaporte

Equador:
-Cédula de Cidadania
-Cédula de Identidade
-Passaporte

Peru:
-Documento Nacional de Identidade
-Carnê de Estrangeiro
-Passaporte

Venezuela:
-Cédula de Identidade
-Passaporte

Casos Especiais fora do Mercosul:

Guiana Inglesa:
Brasileiros não precisam de visto para entrar na Guiana Inglesa. A estada é válida por 90 dias para turistas, prorrogáveis por 90 dias adicionais junto às autoridades de imigração.
É necessário passaporte com validade mínima de 6 meses e passagem de retorno

Guiana Francesa:
A Guiana Francesa é o único território pertencente à França para o qual os brasileiros precisam de visto. É necessário que os interessados em entrar no país se dirijam a um dos Consulados Franceses no Brasil, que estão sediados nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Recife. O agendamento é feito pela internet, no link http://www.ambafrance-br.org/Clique-aqui-para-fazer-o-agendamento.

Para obtenção deste visto, é necessário apresentar:

-Passaporte que não vá vencer antes de seis meses do pedido e cópia das páginas 1, 2 e 3;
-Formulário preenchido e assinado (disponível no site);
-Duas fotos de 3,5 x 4,5 cm recentes, com fundo branco e sem molduras;
-Cópia do CPF e do RG;
-Cópia da passagem de ida e volta;
-Voucher do hotel em que se tem reserva;
-Contrato social para empregadores;
-Três últimos holerites para empregados;
-Cópia do Imposto de Renda completo;
-Três últimos pró-labores ou equivalente
-Seguro de viagem internacional com cobertura mínima de 30 mil euros.

A pessoa que estiver solicitando o visto é quem deverá se dirigir ao consulado no dia e hora agendados, o prazo para concessão é de 10 dias úteis. Há uma taxa consular de 60 euros e os honorários são de R$ 230,00 que devem ser pagos.

Suriname:

-Passaporte brasileiro com validade mínima de 6 meses
-Bilhete aéreo ida e volta confirmado
-Voucher de hotel ou garantia de acomodação
-Prova de fundos suficientes para cobrir o período de estada no país

Para os países abaixo (para Guianas Francesa, Inglesa e Suriname é obrigatório o CIVP), recomenda-se também portar, no ato de entrada ao país, o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia – CIVP, que pode ser emitido em São Paulo nos locais a seguir, levando documento original com foto (RG ou passaporte):

civp
CIVP

São Paulo – Capital (ANVISA) – Aeroporto de Congonhas: Av. Washington Luís, s/n – Jardim Aeroporto (11) 5093-6308 (11) 5090-9228 10 às 19h, de 2ª a 6ª feira.

CRIE – Hospital das Clínicas: Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, s/n, 4º andar(11) 2661-6392 8 às 16h de 2ª a 6ª feira

CRIE – Hospital Emílio Ribas: Av. Dr. Arnaldo, 165 – térreo (11) 3896-1366/
3896-1400 8h às 17h de 2ª a 6ª feira

CRIE UNIFESP: Rua Borges Lagoa, 770 – Vila Clementino
(11)55764993, 8h às 16h de 2ª a 6ª feira

AE PENHA: Praça Nossa Senhora da Penha, 55 – Penha
(11) 20928154 7h às 18h 2ª a Sábado

UBS JD. EDITE: Rua Charles Coulomb, 80 – Cidade Monções
(11) 43298860 8h às 17h 2ª a 6ª feira

Guarulhos (ANVISA) Aeroporto Internacional de Guarulhos: Av. Jamil João Zarif, s/nº TPS 02 – ASA C – desembarque (11) 2445-4435 8h às 12 h e 13h às 17 h 2ª a 6ª feira

Vamos aos países:

-Bolívia
-Colômbia
-Equador *
-Paraguai
-Peru *
-Guiana Francesa **
-Guiana Inglesa **
-Suriname **
-Venezuela
* Não existem vacinas obrigatórias para entrar no Peru ou Equador. Caso você deseje visitar a região amazônica dos países, o Ministério da Saúde recomenda a vacina contra a febre amarela.

** CIVP obrigatório