Cartagena de Índias é uma das cidades que mais impulsiona a Indústria do Turismo na Colômbia. Juntamente com San Andrés, está entre os destinos de sol e praia mais comuns que os brasileiros procuram no país, principalmente casais e famílias. Desta forma visitar Cartagena, sozinho, pode parecer uma furada não é? Não mesmo. Estive por lá há um tempo e conto minhas impressões da cidade.

Visitei Cartagena depois de uma (animada) visita em Medellin (Saudades xD, confira AQUI um relato da cidade), e depois de alguns porres em El Poblado e diversos passeios, era hora de um pouco de sol SOL de verdade com praias e também com mais histórias. O aeroporto Rafael Nuñez, em Cartagena, não é dos maiores nem dos mais confortáveis do país, principalmente por conta do forte calor que rapidamente nos acomete quando chegamos por lá. A distância da minha hospedagem (o Hostel El Viajero, no centro) até o Aeroporto não era lá muito grande, mas mesmo assim um táxi se fez a melhor opção para chegada até lá. Pude constatar melhor ainda essa questão do tamanho e desconforto do aeroporto quando fiquei lá por algumas horas antes de embarcar de volta ao Brasil.

Cartagena possui poucos bairros, dentre os quais se destacam o Centro, San Diego e Getsemani, dentro da chamada Ciudad Amurallada e Bocagrande, fora desta última, mas com boa oferta hoteleira e um dos locais mais modernos da cidade.

sam_0317

Minha opção de hospedagem foi o El Viajero, franquia já com certa fama pela América Latina com unidades em Montevideo (Uruguai), Assunción (Paraguai), Cali e San Andrés na Colômbia, entre outros. A estrutura é boa, com quartos espaçosos e staff bem treinado e gentil, além de oferecer possibilidade de se adquirir alguns passeios por lá, como o das Islas del Rosário, que comento mais adiante.

Há um bar no hostel que claro, é um dos melhores ambientes do recinto, propício para se provar várias Club Colombias (uma das cervejas tradicionais do país) e relaxar. E se você quer bailar un poquito, há algumas aulas de salsa gratuitas para os hóspedes (tinha ficado em Bogotá em outro hostel que tinha até uma professora só para isso que atuava lá, muito legal esse interesse em ensinar a dança aos estrangeiros por parte dos colombianos).

O Shopping Mall Plaza Castillo é uma das opções para quem quer fazer umas comprinhas, os preços ao meu ver não eram lá tão altos, de modo que é possível encontrar lojas como a da Puma, Adidas, Chevignon e Falabella, entre outras. A praça de alimentação é vasta e com diversas opções, além do shopping também concentrar alguns serviços úteis como cajeros (caixas eletrônicos) e supermercado (Jumbo). (Adendo: Um dos piores bifes de chorizo que comi foram nessa praça de alimentação, minha dica, fuja disso por lá rs)

Apesar do calor intenso, andar nas ruas estreitas de Cartagena é um charme a parte. É muito fácil ficar horas perdido por elas no meio das diversas construções históricas, mas durante o período da noite achei a coisa muito mais interessante e agitada. Não é difícil encontrar apresentações artísticas no meio das ruas, e logo observamos uma grande quantidade de turistas caminhando e lotando os bares e restaurantes da cidade.

img_3159
Ruas no período da noite 

Vale durante o dia dar uma passada no Portal de Los Dulces, que são locais que vendem uma infinidade de tipos de doces típicos colombianos e do caribe, uma tentação para quem não quer fugir da dieta.

img_3140
Cartagena

Vale também dar uma passada no Museo del Cacao, ou Choco Museo, que já tem unidades em diversas cidades na América e que se aproveitou da produção excelente de cacau da região para em Cartagena se instalar.

Uma grata surpresa que tive em Cartagena foi saber que há um bar russo por lá. É bem bizarro imaginar um local de um país normalmente frio em um dos paraísos tropicais da América. Mas sim, ele existe, e é um local sensacional. O KGB Cartagena possui decoração com fotos e itens que remetem ao país da próxima Copa do Mundo, assim como drinks e bebidas típicas. Mas o grande destaque é o atendimento, o casal dono quando está por lá faz questão de receber quem frequenta o estabelecimento, sendo muito simpáticos e com toda a receptividade típica da Colômbia (com uma pitada russa).

1528462_10204292604330028_3780962958242013332_n
KGB Cartagena

Outro local bastante visitado na cidade é o Castillo San Felipe de Barajas, por lá dá para ficar quase toda uma manhã ou tarde percorrendo seu interior e exterior. Esta fortaleza foi erguida em 1657 na época colonial espanhola, sofrendo diversos ataques ingleses e franceses, mas que resistiu ao tempo e em 1984 foi declarado patrimônio da humanidade juntamente com o centro histórico de Cartagena. Funcionando de segunda à domingo, a entrada custa 17000 COP, aproximadamente 19 reais.

img_3029
Do topo do Castillo San Felipe de Barajas

O passeeio até as Islas del Rosário é um dos pontos altos da visita em Cartagena. O passeio te leva em uma embarcação por várias das ilhas que compõem este complexo, com uma parada no Oceanário e outro em Playa Blanca, onde se pode aproveitar as águas cristalinas caribenhas e relaxar.

10550933_10204292598769889_8637889195385077748_n
Islas del Rosario

Normalmente nos passeios na Ilha é pago um valor pelo passeio todo que inclui almoço mas não ingressos para a visita ao Oceanário, que também pode ser substituído por uma experiência de snorkel. Em Playa Blanca, fica-se cerca de 2 a 3 horas, e em um trajeto digamos aventureiro pelas águas caribenhas a embarcação te deixa novamente em Cartagena.

img_3108
AHHH Essas águas XD

Aliás, alguns jornais e órgãos colombianos estão reavaliando a questão de visitação em Playa Blanca, tendo em vista os estragos aos ecossitemas que esta visita massiva está trazendo para a região.

sam_0366
Oceanário

Cartagena é sensacional como é a Colômbia, mas achei mais adequada para uma visita com amigos ou de casais; de 4 a 7 dias é possível aproveitar bastante tudo que a cidade tem a oferecer. Claro que não há empecilho você ir só, mas a vibe de socialização achei bem mais forte em Medellín para solo travelers comparando com a cidade. Cartagena foi a cidade que mais vi brasileiros e no que se diz respeito ao fator segurança, a cidade é tranquila, devendo-se tomar as precauções rotineiras como bons brasileiros. E lembre-se do protetor solar, este item é fundamental por lá.

1964769_10204292597369854_2080463035966235960_n